© 2021, Grupo Matula Teatro

Rede Matula

Teatro se faz em bando. Tecnologia antiga e, mais do que nunca, necessária.

Precisamos de uma ‘revoada’ para levantar vôos coletivos! 

Aqui vocês podem conferir algumas pessoas que fazem parte dessa matula e que compõem nossa rede de afetos e parcerias artísticas.

Melissa Lopes

Atriz, mentora e criadora/fundadora do grupo: Melissa será sempre Matula.
Desde 2016 é docente nos cursos de Licenciatura em Teatro e Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas (UFRN/Natal). Mais recentemente, esteve conosco atuando em Logo Ali (2020), experiência cênica virtual criada em tempos de isolamento social.

Moacir Ferraz

Ator e diretor, integrante da Boa Companhia. Bacharel em Artes Cênicas e Mestre em Artes pela Unicamp. Já atuou como docente nos cursos de teatro da UNICAMP, USP e Unesp. Integrante da Boa Companhia, de Campinas/SP. Diretor de nossos trabalhos realizados a partir das obras de Hilda Hilst: AGDA e PASSAGENS.

Verônica Fabrini

Atriz, diretora artística, encenadora e pesquisadora da Boa Companhia. É professora do Instituto de Artes da UNICAMP desde 1991. É diretora de nosso espetáculo em repertório COMO SE FOSSE e atriz no AGDA (co-produção Boa Companhia e Matula Teatro). Também dirigiu nossos antigos espetáculos: VIZINHOS DO FUNDO, VERSÃO VIDA CRUEL, UM ARTISTA DA FOME e CIRCO K. Idealizadora do espaço ROSA DOS VENTOS, que é também a nossa sede!

Anna Kuhll

Formou-se em audiovisual, é multiartista,  figurinista, produtora cultural e docente de cursos e oficinas sobre figurino e economia criativa. Atuou como coordenadora de produção do Grupo Matula Teatro durante 04 anos, responsável por diversos projetos culturais contemplados em editais públicos e é responsável pelos figurinos de PASSAGENS, CIRCO K, IMAGO – UMA LUA N’AGUA, UM CONTO INFINITO e COMO SE FOSSE.

Bruno Cardoso

É parceiro também de longa data, já esteve conosco em diversas ações. Graduado em Design Gráfico pela FAM – Faculdade de Americana, trabalha no desenvolvimento de projetos gráficos para grupos de teatro. Tem sido responsável pela identidade visual do Matula Teatro desde 2011 e atuou em JOGOS CORTAZIANOS e  IMAGO, UMA LUA N’AGUA .

Cassiane Tomilhero

Mulher, capricorniana, cheia de vida e luta. Está sempre conosco nas batalhas por políticas públicas de qualidade e em assessorias e produção. Foi responsável por vários anos das produções da Boa Companhia, é criado da Cais das Artes e Caju Cultura.

Eduardo Albergaria

Parceiro de palco e de iluminação, duas funções que ele sabe com maestria. Atuou em GRAN CIRCO MÁXIMO, é responsável pelo cenário e iluminação de COMO SE FOSSE. E, não perdemos a chance de pedir sempre um conserto a mais.

Erico Daminelli

Músico, iluminador, cenógrafo e ator de diversos grupos e espetáculos. É Senhor das traquitanas, responsável por criar adereços e cenários. Com o Matula é músico da intervenção Passagens e cenógrafo do novo trabalho TÁ NA MESA, atuou como músico-ator em UM ARTISTA DA FOME e NA GALERIA.

Ericson Cunha

Já editou e nos socorreu em vários momentos nos trâmites audiovisuais. Como editor de imagens, captou e editou: IMAGO UMA LUA N’ÁGUA; COMO SE FOSSE  e EXILIUS, em todas as versões desde 2011. Editou o vídeo 10 anos do Matula.

Instituto Hilda Hilst

Além de parceria institucional, vale ressaltar que aqui temos a honra da parceria com Olga Bilenky (artista plástica, sempre disponível e uma fonte inesgotável de memórias com Hilda Hilst) e Daniel Fuentes (parceiro permanente, alegre e zelador da memória de Hilda Hilst)

Quesia Botelho

Atriz formada pela UNICAMP, fundadora e participante da Cia Histriônica. Sempre prestativa e  atenciosa, foi produtora executiva do Matula e atualmente atua nas intervenções “PASSAGENS’ e JOGOS CORTAZIANOS

Silas Oliveira

Parceiro de muitas criações e músico foi responsável por várias trilhas do grupo: AGDA, IMAGO UMA LUA N’ÁGUA, EXILIUS, UM ARTISTA DA FOME, NA GALERIA e GRAN CIRCO MÁXIMO

André Abujamra

(responsável pela trilha sonora de UM CONTO INFINITO)

André Carreira

(diretor de Gran Circo Máximo)

Cynthia Margareth

(parceira em produções como Mostra Solo mas não Só)

Diego da Costa

(cineasta responsável por todas as filmagens de Exilius, desde 2011)

Dirceu de Carvalho

(ator no espetáculo UM CONTO INFINITO)

Flávio Rabelo

(diretor de JOGOS CORTAZIANOS)

Isis Madi

(dramaturga do espetáculo TÁ NA MESA)

Marcelo Lazzaratto

(diretor de UM CONTO INFINITO e CHUVA PASMADA)

Pâmella Villanova

(atriz do espetáculo TÁ NA MESA)