Circo K, contemplado com o Prêmio Procultura – Ministério da Cultura reúne Boa Companhia, Matula Teatro e artistas independentes num grande espetáculo em três atos que acontecem sob uma lona de circo e celebram o encontro, ao vivo e em carne e osso, do artista com o espectador, explorando o universo do circo e do teatro de variades, a partir de dois contos de Franz Kafka e de uma pesquisa de campo sobre pequenos circos das periferias.

Conheça os espetáculos abaixo:

ATO I 

UM ARTISTA DA FOME

Release

Boa CompanhiaGrupo Matula Teatro e artistas independentes revivem o universo do circo, inspirados pela sensibilidade  kafkiana, partindo das obras Um artista da fome e America, ambas do escritor visionário Franz Kafka.

Da exploração de improvisos gerados pelo jogo com máscaras, brotaram seres ficcionais autônomos. No picadeiro de um pequeno circo,  excêntricos personagens com vida própria que tecem uma dramaturgia espetacular, guiada pelo conto do visionário escritor tcheco. Acompanhado por música ao vivo, e com uma estética baseada no vaudeville e no melodrama circense, o espetáculo “Um Artista da Fome” convida-nos a refletir: qual é o alimento que realmente nos agrada?

 

Sinopse

O grande Circo K chega à cidade com uma nova atração: o misterioso Artista da Fome, um jejuador de fama internacional. Sua presença desestabiliza as relações existentes no circo, fazendo com que a trupe reflita sobre sua arte e sua vida no picadeiro. No entanto, o público logo perde o interesse pelo espetáculo da fome: “40 dias é o período máximo!” e é preciso substituí-lo por um novo show.

 

Ficha técnica

Direção

Verônica Fabrini

Preparação de atores

Andreas Simma

Elenco

Alexandre Caetano – Taco, o músico da banda / Robin, o mágico

Alice Possani – Bárbara, a equilibrista cega

Daves Otani – Mister K.,  o empresário e apresentador do Circo K

Eduardo Osorio -Carlos Carrasco, o domador

Erico Damineli – Cáka, o músico da banca

Erika Cunha- Rosa, a bailarina

Esteban Alvarez – Pipo, o músico da banda

Luciana Mitkiewicz – A Bailarina misteriosa

Gustavo Valezi –  Brutus, o homem mais forte do planeta

Melissa Lopes – Suzette, a encantadora de cobras

Moacir Ferraz- O Jejuador, artista da fome

Verônica Fabrini – Madame K, a dona do circo

Assistência de Direção

Luciana Mitkiewicz

Texto

Livre adaptação de “Um artista da fome” e “América”, de Franz Kafka

Direção Musical

Silas Oliveira

Figurino

Anna Kühl

Confecção de Figurino

Maria José Blain, Renata Munhoz – Ateliê de Costura, Isabel Graciano – Artefatos de Pano.

Assistência de Cenografia

Mariana Soares

Consultoria em Arte Mágica e Efeitos Mágicos

Ricardo Harada

Produção

Anna Kühl e Cassiane Tomilheiro

Assistência de Produção

Isabela Razera e Quesia Botelho

ATO II

NA GALERIA

Release

“Na Galeria” acontece no espaço do encontro entre espectador e espetáculo, um encontro entre dois tempos. Para falar do ponto de vista do espectador,  Na Galeria coloca a seguinte pergunta  – Com o que sonha um homem?  A partir daí, o espectador é engolido por seu proprio sonho e se mistura com o espetáculo. Domador e bailarina, palhaço e motociclista de um globo da morte, mágico e  mulher-égua. Tudo se mistura e se recompõe. E o espectador se descobre nu, frente a platéia.

Os artistas desse circo e o visitante contaminam-se uns aos outros, na busca por algo que transforme o presente que nos escapa em uma experiência indelével. A Boa Companhia, o Grupo Matula Teatro e artistas independentes utilizam-se, ainda, de outros textos curtos e sonhos de Kafka, para falar sobre esse misterioso momento que nos escapa e que é a essência do teatro: o encontro com o maravilhoso.

Sinopse

O circo recebe o público que se acomoda em suas cadeiras quando, num passe de mágica… uma mulher cortada em dois, um mágico, as partes se juntam… uma débil e enfraquecida amazona de circo é obrigada por uma cruel diretora a girar ininterruptamente… Um visitante entra no picadeiro e grita: Basta!  Mas o espetáculo não pára; ao contrárioo espetáculo se agiganta e, como num sonho, engole o espectador.

Ficha Técnica

Direção Verônica Fabrini;

Preparação de atores Andreas Simma;

Elenco

Alexandre Caetano – O Mágico Alice Possani – A Equilibrista Cega Eduardo Osorio – El domador Erico Damineli – O Klown Esteban Alvarez – El Negro, o motociclista cigano Luciana Mitkiewicz – A bela dama rosada Moacir Ferraz – O visitante Verônica Fabrini – A égua da noite

Texto

Livre adaptação do conto de Franz Kafka “Na Galeria”

Assistência de Direção

Erika Cunha

Assistência de Coreografia

Gustavo Valezi

Figurino Sandra Pestana e Anna Kühl

Consultoria em Arte Mágica e Efeitos Mágicos

Ricardo Harada

Produção

Anna Kühl e Cassiane Tomilheiro

Assistência de Produção

Isabela Razera e Quesia Botelho

ATO III – GRAN CIRCO MÁXIMO

GRAN CIRCO MÁXIMO

Release 

“Sejam todos bem–vindos! É uma honra receber em nossa lona, um público tão distinto! Esta noite vocês poderão conferir um espetáculo repleto de artistas nacionais e internacionais! Diversão e emoção garantida!”

GRAN CIRCO MÁXIMO é inspirado no cotidiano de famílias circenses das periferias do Brasil. A imagem de uma pequena lona de circo perdida em um terreno baldio foi ponto de partida e referência para a criação. O contato com as famílias e artistas durante a pesquisa de campo revelou o circo como um lugar de sobrevivência e resistência de artistas, de certa forma uma antítese do mundo lírico e mitificado de um circo de sonhos. Ainda assim, motivados pelo desejo de sobreviver através da arte, esses artistas errantes nos mostram que apesar de todas as dificuldades, ainda é possível realizar nosso teatro em qualquer tempo e espaço.

Sinopse

Um circo pequeno e pobre circula pelas periferias da cidade. Duas irmãs tentam manter o espetáculo na lona que herdaram do pai, com o auxílio de apenas um ajudante. Elas fazem tudo o que podem para que o circo sobreviva: organizam a entrada, vendem a pipoca, cantam, dançam. E, através dos números que realizam, acabam revelando ao público as dificuldades, os sonhos e os acontecimentos marcantes de suas vidas. Estas mulheres mantêm o show, mas a relação entre as duas acaba se sobrepondo ao espetáculo, revelando, por sua vez, a precariedade das condições de vida e artísticas da dupla, espelho de tantas outras, Brasil afora.

 

Ficha Técnica

Atuação

Alice Possani

Eduardo Albergaria

Melissa Lopes

Direção

André Carreira

Preparação Vocal

Mônica Montenegro

Assessoria em pesquisa de campo

Mario Bolognesi

Trilha Sonora Original

Silas de Oliveira

Concepção de Figurinos e Adereços

Adelvane Néia

Treinamento Circense

Família Brede

Orientação em Mágica

Darko Magalhães

Orientação em Pirofagia

Eduardo Brasil

Produção

Anna Kuhl e Quesia Botelho