Caros amigos e parceiros da Cia Andaime, Engasga Gato e Teatro da Rua Eliza,

Nossa jornada pelo interior já começou. Estamos em Mogi das Cruzes (cidade que pertence ao famoso Alto do Tietê), com a circulação comemorativa dos nossos 15 anos de existência. Como todos já sabem, essa aventura só pôde se tornar real graças ao Prêmio PROAC Difusão e Circulação de Espetáculos Teatrais.

Chegamos ontem na primeira cidade e fomos muito bem recebidos pelo querido Manoel Lucena Mesquita Junior, que é ator da Cia do Escândalo e um dos gestores do Galpão Arthur Netto. Aliás, o espaço é lindo! Tem um saguão muito charmoso na entrada e uma exposição muito interessante que se chama “Rumo ao Borjador”, do artista Guilherme Cota. Logo na chegada já definimos a disposição do palco e da plateia e em seguida fomos almoçar com o Manoel para conversarmos sobre os 4 dias intensos que teremos aqui.

IMG_1578

Em seguida fomos para o hotel para ouvirmos as novas orientações do diretor da Intervenção Jogos Cortazianos, Flávio Rabelo, e depois seguimos para conhecer o local onde seria a primeira Intervenção: o Largo do Rosário. Este local foi escolhido para ser o ponto final da apresentação, mas na verdade, ela teve início na praça da Igreja e percorreu todo o calçadão até chegarmos ao Largo.

DSC02405

A experiência de ontem foi intensa… ao longo do caminho, os quatro jogadores (Bruno, Erika, Alice e eu, Melissa) fomos abordados várias vezes enquanto caminhávamos. Algumas expressões dos transeuntes tem sido recorrentes durante esses trajetos: “Qual o sentido disso?”, “O que eu preciso entender”, “Moça, me dá uma bexiga?”… Ontem ouvimos também… “É o vento que faz com que eles se movam”, “É a bexiga que direciona o movimento deles”,“ Olha, eles estão dançando!”.

DSC02493

Nós atores temos nos sentido bastante provocados por essa experiência… sensação de liberdade, de viver o presente, de simplesmente estar em um lugar e se relacionar com ele e com as pessoas que cruzam nosso caminho durante o percurso que precisamos fazer.

DSC02474

Esta experiência pôde ser compartilhada também com três artistas que ocupam o Galpão Arthur Netto, o Manoel, o Pedro e o Luis Fernando… e de início já pudemos perceber que esses pequenos momentos que foram criados por meio das bexigas verdes, foram estendidos até o jantar, onde pudemos nos conhecer um pouquinho mais e aguçar ainda mais a curiosidade para o encontro de hoje.

DSC02334

Daqui a pouco o Matula e a Cia do Escândalo terão um espaço de partilha em sala de trabalho, onde vamos relatar processos de criação e um pouco de nossas trajetórias. Essa interação já começou num momento anterior, onde nós pudemos enviar emails, vídeos, textos, sites, blogs, e com isso darmos início há uma primeira aproximação artística. Nós já nos conhecíamos, mas o contato tinha se dado principalmente através do Fórum do Interior, Litoral e da Grande São Paulo que discute políticas culturais do Estado de São Paulo.

Para hoje, os pontos de partida do Intercâmbio são:

  • Processo criativo do espetáculo “O sequestro do secretário de Cultura”, da Cia do Escândalo;
  • Processo pedagógico da formação continuada que é realizado no Galpão Arthur Netto;
  • Treinamento técnico e processos criativos realizados pelo Matula ao longo de nossa trajetória.

Amanhã a gente relata como foi a troca artística entre os dois grupos e postamos algumas fotos do jantar que a Cia do Escândalo está preparando pra gente hoje. 🙂

Até breve, queridos!

Abraços,

Matula(s)

Barra de logos